Quem sou eu

sábado, 25 de fevereiro de 2012

Acelere seu Metabolismo

Emagrecer de forma saudável significa associar uma alimentação correta à prática de atividades físicas regulares. Se você mantiver seu metabolismo ativo e acelerado, valendo-se de uma alimentação de qualidade, periodizada e exercícios aeróbicos e de força (por exemplo, musculação), você vai não apenas perder peso, mas vai substituir a indesejada massa gorda por massa magra. Pode até ser que seu peso, no sentido mais literal da balança, não mude tanto. Mas essa combinação de alimentação + atividades físicas, vai transformar (para melhor) a qualidade do seu peso. Comigo aconteceu nos últimos anos!

O texto abaixo traz conselhos que deveriam fazer parte da nossa vida, assim como o banho, o sono, o trabalho... Incorpore-os à sua vida! Se no início você terá dificuldades para incorporar estes hábitos à sua rotina, é fato que depois de algumas semanas ou meses, você terá dificuldade de abandoná-los.



1. Mantenha uma alimentação regular: o ideal é comer de maneira fracionada – de preferência de 3 em 3 horas – e optando por um menor volume de alimentos em cada refeição. Quando você demora para se alimentar, o organismo desacelera o metabolismo e armazena reservas de gordura como fonte de energia para se “defender” de você e da falta de alimentos que você o força a suportar.

2. Faça exercícios aeróbios: praticar uma atividade aeróbia proporcionará um trabalho equilibrado dos principais grupos musculares. Dessa forma, haverá um aumento da capacidade aeróbia e o gasto energético diário será favorecido.
Atividade aeróbica que efetivamente queima a gordura corporal deve ser contínua, de longa duração e de baixa / moderada intensidade.
A zona de queima de gordura, em geral, é entre 60 e 75% da sua Freqüência Cardíaca Máxima.
Exemplo: indivíduo de 30 anos
FC máxima = 220 – 30 = 190 bpm
Zona de Queima de Gordura (60 – 75% FC max) = 114 a 143 bpm

3. Inclua cafeína e chá verde na dieta: os compostos bioativos presentes nessas substâncias podem ativar vias metabólicas importantes na eliminação dos estoques de gordura.

4. Dê adeus à preguiça: o metabolismo se adapta aos hábitos de cada pessoa e, para acelerá-lo, é preciso sair do comodismo. Isso não significa treinar além do habitual, apenas fazer escolhas conscientes para se tornar mais ativa. Ao invés de subir de elevador, utilize as escadas e procure realizar mais atividades a pé.

5. Fortaleça os músculos: durante a musculação, o músculo necessita de mais oxigênio e sangue para executar os movimentos e também na recuperação. Isso permite que o metabolismo permaneça estimulado por mais tempo. Maior prova disso é que o corpo continua em processo de queima de calorias, mesmo algumas horas após o fim dos exercícios de força.
Além disso, treinos de musculação vão prevenir lesões e te permitir investir ainda mais tempo nos exercícios aeróbicos.




6. Procure ter boas noites de sono: dormir mal implica em um corpo cansado no dia seguinte. As reações acontecerão de forma mais lenta e o organismo liberará hormônios que desaceleram o metabolismo.

7. Programe treinos intervalados em sua rotina: intercalar intensidades forte e fraca durante um exercício pode elevar a frequência cardíaca a 80% ou 90% da FC Máx, fazendo com que o metabolismo aumente.

8. Busque mais adrenalina para o seu dia a dia: procure exercícios que dêem uma carga extra de adrenalina, como corrida de montanha, rafting ou mountain bike. Devido ao estado de alerta necessário para esse tipo de prática, o corpo produz hormônios que aceleram o metabolismo.

9. Varie as modalidades: combinar dois ou mais esportes faz com que o corpo precise se adaptar às variações, trabalhando diferentes agrupamentos musculares e beneficiando o metabolismo. Experimente trabalhar força e capacidade aeróbia ao mesmo tempo. Faça 5min de corrida + 10 flexões de braço + 20 agachamentos profundos + 30s de prancha abdominal + 5min corrida.

10. Corra em subidas: quem já pratica o esporte há algum tempo pode incluir as subidas em seus treinos, que, além de exercitar a parte aeróbia, também trabalham a força. Com mais agrupamentos musculares solicitados, a queima de calorias é maior.

Fonte: Sites wrun.terra.com.br e nutrisantos.com.br

3 comentários:

Anônimo disse...

Teste

Rodrigo Fonseca disse...

Show, Rivis!!! a dica é tão boa que até quem não pratica esportes deveria seguir... um corpo saudável começa, antes de mais nada, por aquilo que você joga dentro do seu organismo... a corrida me deu essa consciência de maneira muito forte, de pensar que tudo que entra pela boca vai constituir essa obra em constante transformação, que é o nosso corpo! Bjos

Rivis disse...

Que bom que gostou, Ro!
Esse post deu um trabalhão pois li muito pra publicar o produto final.

Mas valeu, falar de alimentação é sempre bom!

Rivis